quinta-feira, 30 de março de 2017

Leia essa matéria sobre racismo, intrigante: 'Eu não entrevisto negros': executivo denuncia racismo em processo de seleção


Negócios
Atualização diária  30 de março de 2017
NOTÍCIAS
Governo corta R$ 42 bi em gastos e eleva imposto sobre folha de pagamento de empresas
Objetivo da equipe econômica é tentar fechar buraco de R$ 58,2 bilhões no orçamento para atingir meta fiscal, de déficit primário de R$ 139 bilhões, fixada para 2017. Facebook · Twitter. Por Alexandro Martello, G1, Brasília. 29/03/2017 20h15 Atualizado ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Meirelles nega tensões com setor produtivo por redução da desoneração da folha
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, negou tensões com o setor produtivo por causa da reversão quase total da desoneração da folha de pagamento. Segundo ele, as entidades da indústria não estão em oposição raivosa contra o governo por ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Governo Temer corta gastos para fechar rombo no orçamento
O governo do presidente Michel Temer anunciou nesta quarta-feira um corte de gastos e a suspensão de benefícios fiscais sobre a folha de pagamento para ajustar seu orçamento e cumprir a meta fiscal de 2017, ano em que pretende superar a pior ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
(Ueslei Marcelino/Reuters)
São Paulo – O governo não vai criar novos impostos nem aumentar alíquotas, mas vai acabar com a desoneração da folha de pagamentos para quase todos os setores. A informação foi dada na noite desta quarta-feira em coletiva com o ministro da ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Setor de serviços cai 3,4% e retomada deve demorar
O setor de serviços, que engloba segmentos como alojamento e alimentação, telecomunicações e transporte, começou o ano com retração de 3,4% no Rio Grande do Norte e a sinalização de que “a economia ainda não está se recuperando”. O segmento ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
União Europeia pede controles independentes na indústria de carnes do Brasil
BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil precisa controles independentes nas inspeções na indústria de carnes, disse uma autoridade de saúde da União Europeia nesta quarta-feira, ao encerrar uma visita ao país onde a Polícia Federal revelou um esquema ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Meirelles confirma anúncio de corte no Orçamento para quarta-feira
O anúncio de medidas de corte no Orçamento e de possíveis aumentos de tributos será feito nesta quarta-feira, 29, pelos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira; no fim da tarde desta terça-0feira, 28, Meirelles ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
'Eu não entrevisto negros': executivo denuncia racismo em processo de seleção
Theo Van der Loo, presidente há seis anos da Bayer no Brasil, está hoje “perplexo” e “assustado” com a atenção que recebeu nas redes socais estes últimos dias, com um post que revela a influência do racismo nos processos de seleção de trabalho.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Governo anuncia corte de R$42 bi no Orçamento em meio à pressão para não elevar mais impostos
BRASÍLIA (Reuters) - O governo elevará impostos para garantir o cumprimento da meta fiscal de 2017, mas a maior parte do esforço virá de um forte corte de despesas, após intensa pressão de parlamentares e de empresários para que a carga tributária ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Setor de serviços recua 2,2% em janeiro, maior perda desde 2012
O setor de serviços do Brasil iniciou o ano com as maiores perdas desde 2012, com queda em praticamente todas as atividades em meio ao desemprego elevado e atividade econômica ainda enfraquecida. O volume de vendas do setor em janeiro recuou 2 ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Calendário de visitas e "aulas" do Centro de Extensão e educação ambiental em abril de 2017

Grupo Reindustrialização Daniel, lá e aqui *Clemente Ganz Lúcio


 Resultado de imagem para cenas do filme daniel blake, fotos
A tela escura do cinema dá destaque para a ligação telefônica de Daniel para a Agência de Seguridade, procurando resolver o entrave que o impede de acessar ao benefício pelo afastamento do trabalho por motivo de saúde. Começa o incomodo filme sobre os entraves que impedem que os trabalhadores europeus tenham acesso aos benefícios assistenciais definidos nas políticas públicas de seguridade social.

A luta de Daniel revela as perversidades das engrenagens voltadas para excluir e impedir o acesso aos direitos duramente conquistados. A onda neoliberal, que varre o mundo e ocupa governos, atua para reduzir o tamanho do Estado, com todos tipos de reforma, grandes e pequenas, e, no cotidiano, cria regras e opera procedimentos voltados para a exclusão dos trabalhadores e dos pobres.
No mundo multiplicam-se iniciativas para a redução dos gastos sociais dos Estados através de reformas dos sistemas previdenciários, de saúde, assistenciais, entre outros, reduzindo o escopo do direito, alterando os critérios de acesso e transferindo o serviço público para o mercado. Saúde, educação, assistência etc. viraram mercadoria para gerar lucro. Os ricos estão ganhando essa batalha, fazendo regredir o tamanho do Estado e a universalidade das políticas sociais, criando novos negócios e conquistando o direito de pagar muito menos impostos. A turma do andar de baixo que se vire como mercadoria desempregada.

Aqui a saga dos trabalhadores brasileiros começou com a aprovação da mudança constitucional que impõe severos limites ao crescimento do gasto público, regra que valerá para os próximos 20 anos e que promoverá substantiva redução do tamanho do Estado brasileiro.
Agora, a luta continua para enfrentar o projeto governamental de reforma do Sistema de Seguridade Social, que promove profundas regressões ao estatuto definido na Constituição de 1988. As novas regras propostas no Projeto em pauta no Congresso Nacional, alteram profundamente a substância dos direitos previdenciários e assistenciais, coloca travas para o acesso aos benefícios, retarda e impede o acesso ao direito.

Os trabalhadores procuram, em cada contexto, criar movimentos que mobilizem as pessoas para enfrentar esses desmontes.  Afinal, foi com mobilização e luta que se construiu, especialmente no pós-guerra (1945),  Estados de bem estar social nos quais os direitos coletivos e universais passaram a ser financiados por impostos progressivos.

Preservar e promover os direitos são lutas cotidianas. Com grave problema de saúde, Daniel é afastado do trabalho pelos médicos. Começa sua luta para ter acesso aos direitos do sistema de seguridade social. Cada lance do filme vai revelando as engrenagens do sistema público, talvez terceirizadas, operando para impedi-lo de acessar aos seus direitos. Katie cruza o caminho de Daniel, mãe solteira que luta para dar condição digna de vida para seus dois filhos. A dignidade de ambos vai sendo minada e eles lutam.

O ótimo diretor Ken Loach denuncia no filme “Eu, Daniel Blake”, de maneira contundente, a difícil condição de vida atual dos trabalhadores europeus, e de que maneira o Estado os impede de acessar aos direitos. O filme trata de um caso que é universal porque expressa o cotidiano de milhões que vivem situações opressivas, que muitas vezes são humilhados e destruídos.

Há muitas lutas travadas, solitárias e silenciosas, nas quais Blake e Katie recolocam a centralidade da essência humana: a relação com o outro. As necessidades, as urgências, as contradições se misturam a projetos e sonhos, todos presentes nas relações que se estabelece com os outros e através das quais nos tornamos únicos e universais, até no fim. As lutas de cada um ganham a dinâmica de movimentos e de encontros capazes de promover, com o outro, breves e frágeis encantamentos com o sentido de justiça.

*Clemente Ganz Lúcio é  Sociólogo, diretor técnico do DIEESE, membro do CDES – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social e do Grupo Reindustrialização

Campineira Paula Brito ministrará aula sobre paralisia facial e acupuntura voltada para fonoaudiólogos


A fonoaudióloga campineira Paula Brito participará do I Encontro Brasileiro de Terapias Integrativas na Saúde e Educação – ENBRATI –, que reunirá neste final de semana, em Florianópolis, profissionais e estudantes das diversas áreas da saúde e educação que trabalham com as terapias naturais e integrativas, bem como interessados no tema. O evento é organizado pelo Instituto de Audição e Terapia da Linguagem (IATEL) e pelo Grupo de Estudos em Fonoaudiologia e Acupuntura (GEFA) e será realizado em dois locais: SESC Cacupé (sábado) e Colégio Atitude (domingo). No primeiro dia, Paula ministrará uma aula sobre paralisa facial e acupuntura. Brito também é formada pela Associação Brasileira de Acupuntura e atualizações realizadas em Beijim/China pelo World Federation of Acupuncture and Moxabustion Societies – WFAS.
O Encontro visa reunir profissionais de referência na área para discutir a importância das terapias integrativas no cenário da saúde e educação, incluindo temas complexos como doenças autoimunes, câncer e violência, entre outros. “A participação em cursos de atualização é muito importante para o acompanhamento dos principais avanços em nossa área de atuação. Estamos atentos com o que acontece e essa troca de informações proporciona formas de tratamento cada vez mais eficientes aos nossos pacientes”, lembra Brito.
As práticas integrativas auxiliam no tratamento dos desequilíbrios físicos e emocionais de forma natural, valorizando o processo de humanização, bem-estar e qualidade de vida das pessoas. Participarão do Encontro fonoaudiólogos, fisioterapeutas, médicos, dentistas, terapeutas, acupunturistas, terapeutas holísticos e profissionais da educação, como psicopedagogos e professores. “Farei uma apresentação falando sobre a filosofia e atuação da medicina tradicional chinesa na paralisia facial, com reflexos para a fonoaudiologia”, conclui Brito.

Jornal de Saúde informa

Febre amarela: Caso suspeito de febre amarela em humano é investigado em Carmo do Paranaíba e Idosos não conseguem vacina

saúde em Belo Horizonte/MG Atualização diária ⋅ 18 de janeiro de 2018 NOTÍCIAS Técnica de saúde bucal é de...

Jornal de Saúde