terça-feira, 30 de maio de 2017

Como cuidar de um cavalo de estimação?



Por Maria Cristina Basile Palermo 

Tenho escrito constantemente sobre a importância pedagógica da interação entre cavalos e crianças. No entanto, é preciso ter ciência de que o cavalo exige alguns cuidados, especialmente quando o objetivo é mantê-lo como animal de estimação. Por isso, hoje vou tratar dos principais cuidados que envolvem a sua manutenção em geral, desde abrigo, alimentação e higiene até a saúde do animal. São eles:    

- Local ideal: É melhor criar cavalos em fazendas ou sítios com pastagens e campos de grandes dimensões para que eles possam andar e correr livremente, pastar e socializar. Mesmo em cativeiro, esses animais precisam se exercitar para se manterem saudáveis e em forma.

- Abrigo: Os estábulos, embora não sejam indispensáveis, protegem os cavalos de climas desfavoráveis, mas precisam estar sempre bem limpos e secos para garantir conforto ao animal. 

- Alimentação: Por suas particularidades digestivas, é necessária muita atenção com o cardápio oferecido ao cavalo, que deve seguir uma dieta simples e equilibrada. O feno, a mistura de grãos, os sais, os minerais e a aveia limpa são ótimos ingredientes para a alimentação, além de ajudarem a reduzir as cólicas. Além disso, deve-se ter sempre disponível água limpa e fresca para eles se refrescarem.

- Higiene: A limpeza frequente do cavalo é um dos cuidados principais que devemos ter, além de ser uma boa maneira de se verificar a condição do seu pelo e dos seus cascos. Ela deve ser realizada antes e depois de montar a cavalo e num local bem iluminado.

- Escovação: Use sempre uma cardoa (escova com pelo duro) ou uma escova de borracha para escovar o pelo, a crina e a cauda do cavalo. Lembre-se que a região da barriga é uma das mais sensíveis e, portanto, deve-se ter maior cuidado. Além de limpá-lo da lama e do suor, deixando o pelo mais bonito e brilhante, a escovação também é eficaz para massagear seu corpo, liberar a tensão dos seus músculos e ativar a circulação sanguínea. 
 
- Cascos: A cada seis semanas, em média, os cascos devem ser aparados e limados por um ferreiro especializado. Aconselha-se que o cavaleiro lave cuidadosamente cada um dos cascos no final dos passeios para ver se estes apresentam algum tipo de lesão ou ferimento.

- Saúde dentária: Assim como nós, os cavalos precisam ter dentes fortes e saudáveis, por isso, recomenda-se anualmente uma consulta com o veterinário para verificação dos dentes.

- Desparasitação e vacinação: A desparasitação em cavalos ocorre com a administração de um produto que elimina organismos parasitas, sem prejuízo a quem administra. Ela não deve seguir um programa padrão, ao contrário, deve ser individualmente estabelecida considerando-se cada criação. Por isso, deve-se seguir a orientação de um veterinário. O mesmo acontece em relação à vacinação. Há muitos tipos e fabricantes disponíveis no mercado, mas é preciso saber qual é a melhor opção para o seu animal, bem como se ele está apto a receber tal imunização. Só o médico veterinário está habilitado para prescrever um programa adequado.

- Kit de primeiros socorros: Também é essencial ter um kit de primeiros socorros para uma eventual emergência. Este deverá conter luvas descartáveis, sonda, estetoscópio, termômetro, seringas, algodão, sabão, frascos de coleta, antibióticos, anti-inflamatórios e sedativos.

HOBrasil marca presença no VII Congresso Brasileiro de Administração em Oftalmologia


Modelo associativo com oftalmologistas se consolida na liderança do mercado oftalmológico nacional

O mais novo grupo da oftalmologia nacional, o HOBrasil, formado pela associação do Instituto de Olhos Freitas, DayHorc, Clínica Villas, Hospital de Olhos Santa Luzia, e pelo Fundo de Investimentos Pátria estará presente no IX Congresso Brasileiro de Catarata e Cirurgia Refrativa e VII Congresso Brasileiro de Administração em Oftalmologia, que acontece de 31 de maio a 03 de junho, em Foz do Iguaçu.

Na oportunidade, o CEO do HOBrasil, Amaury Guerrero, ministrará a palestra “Consolidação do Mercado de Clínicas Oftalmológicas”. Marcelo Freitas, sócio da HOBrasil por meio do Instituto de Olhos Freitas, apresentará os temas “Nascimento do Mercado de Clínicas Oftalmológicas”, “Entendendo as Etapas de Negociação de Empresas” e “Quanto Vale Minha Clínica”.

O HOBrasil iniciou suas operações em abril de 2016 e possui uma receita atual de R$ 220 milhões, projetando alcançar faturamento de R$ 500 milhões, em 2018. O modelo associativo do HOBrasil mantém o médico à frente do negócio, proporcionando possibilidades importantes para o futuro das clínicas em um cenário cada vez mais competitivo e agressivo. Por meio da aplica de um modelo profissionalizado de gestão administrativa, estratégica e financeira, visando à ampliação do poder de negociação, do ganho em escala e da facilitação do acesso a tecnologias de alto custo, o grupo busca preservar a execução de uma oftalmologia de ponta, rentável e humanizada, oferendo os melhores tratamentos e serviços aos pacientes.

Um cigarro pode prejudicar muita gente



De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável do mundo. Sempre que leio isso chego a ficar arrepiada. Porque não é achismo, é constatação. Fico preocupada quando vejo pesquisas apontando que um terço da população mundial adulta, cerca de 2 bilhões de pessoas, sejam fumantes.

A fumaça do cigarro tem mais de 4,7 mil substâncias tóxicas. Entre elas, o alcatrão, que é composto por 40 substâncias cancerígenas; o monóxido de carbono, que em contato com a hemoglobina do sangue dificulta a oxigenação; a nicotina, que é considerada como uma droga psicoativa e que causa dependência. Será que podemos ser dependentes de algo que resulta em tantos malefícios para o nosso corpo?

Só o cigarro tem causado cerca de 1 em cada 10 mortes no Brasil e no mundo. O que nos deixa em estado de atenção, é que se nada for feito, em 2020 o vício do cigarro levará mais de 10 milhões de pessoas à morte, por ano. São números tão desesperadores que nos deixam muito preocupados. Nós estamos morrendo por algo que poderíamos evitar. Sabe aquela história de que “peixe morre pela boca”? Então! É bem parecido.

O tabagismo é reconhecido como uma doença epidêmica que causa dependência física, psicológica e comportamental, semelhante ao que ocorre com o uso de outras drogas como álcool, cocaína e heroína. A dependência ocorre pela presença da nicotina nos produtos à base de tabaco. Não estou dizendo que é fácil largar esse vício, só quero levantar uma bandeira em prol do bem-estar de todos.

Tanto o sistema único de saúde (SUS) como o centro de atenção psicossocial (CAPS), oferecem tratamento gratuito com remédios e acompanhamento médico e psicológico. Mas o primeiro passo depende somente de você. De querer mudar e fazer diferente. De se abrir para uma vida mais saudável e mais feliz.

Cerca de 50 doenças, muitas delas incapacitantes e fatais, como câncer, doenças cardiovasculares e respiratórias crônicas são provocadas pelo tabagismo. Tuberculose, úlcera gastrointestinal, impotência sexual, infertilidade em mulheres e homens, osteoporose, catarata, entre outras doenças também estão no quadro.

Quando você fuma não prejudica só você. Sete não fumantes morrem por dia em consequência do fumo passivo. Ou seja, ao fumar você prejudica você e todos que estiverem ao seu redor. É como um efeito dominó. Fumantes ativos ou passivos, todo mundo sai prejudicado.

Nós perdemos muitas vidas por conta do tabagismo. Não vamos deixar que uma fumaça prejudique nossa vida inteira. Respirar bem é um direito de todos. Que tal reivindicar nosso direito pela saúde e qualidade de vida? Eu já comecei. Agora só falta você.

Thaís Haliz é fisioterapeuta.


Terçol ou Calázio: afinal, qual a diferença entre essas lesões que atingem as pálpebras



 
São Paulo, 30 de maio de 2017 – O sistema ocular é formado por diversas estruturas e cada uma delas tem o seu papel na nossa visão. As pálpebras são muito importantes e participam de diversas funções oculares. Nelas estão localizadas as glândulas de Meibômio, responsáveis por secretar substâncias lipídicas (gordurosas) contidas no filme lacrimal (lágrima). Esta secreção nutre e protege a superfície do olho, mantendo-o constantemente úmido, especialmente a córnea. Muitas patologias podem atingir as pálpebras e suas estruturas, entre elas o calázio, popularmente chamado de terçol.

De acordo com Dra. Tatiana Nahas, oftalmologista, especialista em cirurgia de pálpebras e Chefe do Serviço de Plástica Ocular da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, o calázio é a lesão inflamatória mais frequente que afeta as pálpebras. “Trata-se de uma reação granulomatosa, ou seja, que leva à formação de massa ou de nódulo de tecido cronicamente inflamado. O calázio se desenvolve a partir da retenção de substância lipídica (gordurosa) secretada pelas glândulas de Meibômio, que leva à inflamação e à obstrução das glândulas sebáceas das pálpebras”, explica a médica.

Causas
“São várias as causas de um calázio, sendo as mais comuns a falta de higiene, dermatite seborreica, acne rosácea, blefarite crônica, alta concentração de gorduras no sangue, leishmaniose, tuberculose, imunodeficiência, carcinoma, estresse, tracoma, traumas e cirurgias na região das pálpebras ou ainda, como resultado de um hordéolo, externo ou interno”, comenta Dra. Tatiana.  
 
Calázio x Hordéolo
Muitas pessoas confundem o calázio com outro problema que atinge as pálpebras: o hordéolo, popularmente chamado de “terçol”. Entretanto, são condições diferentes. Dra. Tatiana explica que o calázio é formado a partir da obstrução da glândula de Meibômio, sendo considerada uma inflamação estéril, ou seja, sem sinal de infecção. “Além disso, o calázio é caracterizado por uma massa de tecido granulomatoso que apresenta inflamação crônica. Já o hordéolo, que pode ser interno ou externo, é causado primariamente por algum agente infeccioso, com necrose do tecido e formação de pus”.

Em geral, o calázio tende a ser maior, menos dolorido e com uma apresentação menos aguda. Entretanto, uma condição pode levar a outra. A inflamação aguda de um hordéolo pode, eventualmente, levar à formação de um calázio e um calázio pode também se tornar infectado, segundo a oftalmologista.

Sinais e sintomas
Em geral, o calázio pode provocar vermelhidão, calor no local, inchaço e sensibilidade. Com a piora da inflamação, pode se formar um nódulo.

Como tratar?
Ao apresentar os sintomas, o ideal é procurar um oftalmologista. A maioria dos pacientes responde bem ao tratamento e o calázio tende a desaparecer em questão de dias ou de semanas.
Entretanto, em alguns casos, quando a lesão se torna crônica e o tratamento clínico não resolve, é preciso realizar uma drenagem cirúrgica.

“É muito importante que o tratamento seja feito, pois o calázio pode levar ao desenvolvimento de outras condições, como desconfiguração das pálpebras, problemas de visão, hipo ou hiperpigmentação das pálpebras, irritação nos olhos, celulite pré-septal (infecção da pálpebra e na porção anterior do septo orbitário), e, por último, pode causar queda da acuidade visual devido à pressão exercida na córnea causando astigmatismo mecânico”, conclui a médica.
 

Centro de Extens'ao em Educacao Ambiental - programa de junho 2017

A vida do pulmão - Dia Mundial sem Tabaco



A vida do pulmão - Dia Mundial sem Tabaco
Pulmão sadio a esquerda e de fumante, doente, a direita, muita diferença


O pulmão é um órgão fundamental para o pleno funcionamento da nossa constituição. Ele é responsável pelo fornecimento do oxigênio ao organismo e por oxigenar o sangue e eliminar o dióxido de carbono, permitindo que o ar que respiramos entre em contato com o sangue que circula no corpo. 

Agora, e o pulmão de um fumante, funciona assim?

No Dia Internacional sem Tabaco (31/05) queremos mostrar à população a evolução negativa do pulmão de um tabagista e todas as consequências e prejuízos que o tabaco pode causar ao órgão e a pessoa fumante.

Como é a relação do cigarro com a asma e/ou DPOC.

Para ambas as doenças, o tabagismo é um vilão. Sendo para DPOC, onde o cigarro é o ator principal no surgimento da doença, como no caso da asma, que o fumo, ainda que passivo, prejudica e tem influência direta no quadro do paciente. O fumante passivo inala não apenas o produto do tabaco, mas também a fumaça resultante da expiração do fumante, além de cerca de 70 substâncias causadoras de câncer.

Sobre a DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica)
A DPOC é uma doença debilitante, progressiva, que dificulta a respiração, provoca tosse, fadiga e cursa com piora progressiva da função pulmonar associada a uma mortalidade importante. Suas manifestações podem ser bronquite crônica - que envolve tosse prolongada com muco excessivo – ou enfisema - que envolve a destruição dos pulmões ao longo do tempo. A maioria das pessoas com DPOC tem uma combinação de ambas às condições.

No Brasil, a doença aumentou a mortalidade em 340% nos últimos 20 anos. No mundo, afeta atualmente 210 milhões de pessoas, sendo a quarta causa principal de morte e será a terceira em 2020.
O tabagismo é responsável pela maioria dos casos de DPOC, o que significa que mais de 50% dos fumantes terão a doença aos 70 anos, e 12% da população acima de 40 anos já tem a doença, sendo ela uma das enfermidades pulmonares mais comuns, de evolução silenciosa até que sintomas se desenvolvam. Além de poluição e exposição a determinados gases ou fumaças, o fumo passivo é um dos grandes fatores que contribuem para o desenvolvimento do problema. A DPOC não tem cura, mas existem medicamentos que aliviam os sintomas e diversas maneiras de evitar que a doença piore, como parar de fumar.

Sobre a Asma grave
Asma grave, ou asma grau 4, é a forma mais agressiva da doença inflamatória crônica das vias aéreas. O pulmão do asmático é diferente de um pulmão saudável, como se os brônquios dele fossem mais sensíveis e inflamados - reagindo ao menor sinal de irritação. No Brasil, os asmáticos graves chegam a procurar 15 vezes mais hospitais do que os outros pacientes, e são hospitalizados 20 vezes mais.

Asma é uma das condições crônicas mais comuns, acometendo cerca de 235 milhões de pessoas no mundo todo, segundo a Organização Mundial de Saúde. Estima-se que, no Brasil, quase 40 milhões de pessoas convivam com a doença.

Fontes: Organização Mundial da Saúde; Ministério da Saúde; Minha Vida; AstraZeneca do Brasil; Portal da Saúde do Governo

Presidente Michel Temer (REUTERS/Ueslei Marcelino/Reuters)


Michel Temer
Atualização diária  30 de maio de 2017
NOTÍCIAS
Presidente Michel Temer (REUTERS/Ueslei Marcelino/Reuters)
São Paulo – Com seu mandato por um fio desde que o conteúdo das delações dos executivos do grupo J&F vieram à tona, a situação do presidente ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Tietê entre 'fica', 'fora' e 'volta' Michel Temer
Foi nela que nasceu o presidente Michel Temer – nome que faz brotar sentimentos conflituosos entre os moradores e, como diz Feitosa, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Temer pede rapidez no julgamento do TSE sobre chapa
São Paulo – O presidente Michel Temer disse que espera que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) chegue a “uma rápida solução” em junho no ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Câmara vai propor "Cartão Reforma Emergencial" a Michel Temer
Reunido com integrantes do Gabinete de Crise, na manhã desta segunda-feira (29), o governador Paulo Câmara (PSB) definiu que encaminhará a ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Congresso debate reformas pós-Michel Temer
Estadão Conteúdo – Por trás da discussão de nomes para eventual eleição indireta, caciques políticos já debatem como seria a tramitação das ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
A hora e a vez de Michel Temer - O castigo prematuro da traição
Difícil imaginar quais as falhas cometidas por Michel Temer na execução, rápida e eficiente, da pauta golpista: estado mínimo; desmonte do parque ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Defesa do presidente Michel Temer inicia 'peregrinação' no TSE
Próximo do início do julgamento da ação que pode cassar a chapa Dilma Rousseff-Michel Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os advogados ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Temer: encontro com tucanos para discutir 'futuro' (Ueslei Marcelino/Reuters)
O presidente Michel Temer se reuniu por cerca de duas horas com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador Tasso Jereissati (CE), ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
WEB
Em Caxias, ministro do Trabalho pede que "acreditem em Michel Temer"
Ronaldo Nogueira defendeu reforma trabalhista e saiu em defesa do presidente em palestra para empresariado caxiense.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Michel Temer decide nomear Torquato Jardim para comando do Ministério da Justiça
O Palácio do Planalto anunciou que o presidente Michel Temer decidiu transferir o ministro da Transparência Torquato Jardim para o cargo de ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Alexandre Garcia comenta nova troca de ministros de Michel Temer
O governo quer aproveitar o bom trânsito de Torquato Jardim com o Judiciário e ao mesmo tempo, segundo o comentarista, encontra outro lugar para ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Jovens de Esquerda
O Governo ilegítmo de Michel Temer foi duramente criticado hoje durante o XLVII Sessão Ordinária do Parlasul. A crise no Brasil foi o príncipal ponto ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Michel Temer dá sinais de autoritarismo ao convocar forças armadas em Brasília
Por Alex Pacheco – jornalista: O presidente Michel Temer (PMDB) está convicto que vai “lutar” até o final para tentar se manter no poder. A vida de ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Michel Temer tornou-se um Cunha hipertrofiado Comente
A poucos dias do início do julgamento que pode resultar na cassação de Michel Temer, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral informa que “o ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Jornal GGN
Michel Temer fez mudanças ministeriais no domindo (28) com o objetivo de manter a proteção a aliados com foro especial nas investigações da Lava ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Português (Brasil)
"O presidente Michel Temer já não tinha credibilidade, nem popularidade, nem legitimidade", disse.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Troca de ministros atende estratégia de defesa de Michel Temer
Em mais uma articulação na estratégia de atacar para se defender, o presidente Michel Temer realizou uma dança das cadeiras no ministério neste ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Discurso do Presidente da República, Michel Temer, durante jantar por ocasião do Fórum de ...
Discurso do Presidente da República, Michel Temer, durante jantar por ocasião do Fórum de Investimentos Brasil 2017 - São Paulo/SP ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Febre amarela: Caso suspeito de febre amarela em humano é investigado em Carmo do Paranaíba e Idosos não conseguem vacina

saúde em Belo Horizonte/MG Atualização diária ⋅ 18 de janeiro de 2018 NOTÍCIAS Técnica de saúde bucal é de...

Jornal de Saúde